sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Princesa Azul...


Era uma vez uma princesa de um reino muito lindo lindo : o reino azul....
A princesa vivia feliz e contente, sempre sorridente exceto por não ter um príncipe ao seu lado, todos dias a princesa orava a Deus... Pai, meu pai daí-me um príncipe lindo e q te ame acima de todas as coisas, q seja lindo e corajoso... os dias passavam e nada do príncipe chegar nada nada dele chegar ... as x a princesa chorava não não deixava de acreditar, sempre apareciam reis, plebeus, servos ate mesmo escravos, muito bons bonitos, ate mesmo ricos mas nada de príncipe da linhagem real q tocasse seu coração... ela sempre dizia q mesmo sendo príncipe do q adiantaria se não tocasse seu coração, imagine beleza então... claro q ela queria um príncipe lindo mas alem da beleza exterior tinha q ter algo mais... saber quem ele era, onde iria chegar, como e com quem iria chegar, e teria q ter aquele charme especial para q não tivesse aquele gosto de beija sapo.... Um belo dia na porta do castelo enquanto a princesa conversa e discutia assuntos sérios, tipo organização do reino e cor do cabelo, aproximou-se dela um belo cavaleiro com idéias geniais, expondo ele suas idéias sobre reino e seus administradores, logo logo o coração da princesa saltou de alegria, gritando em voz silenciosa, que era aquele o príncipe q ela esperava a vida toda, conversaram conversaram , resolveram conversar mais e mais, e entre conversas e conversas, conversas sobre reino, súditos, reis, rainhas, casa, castelo, viagens, filhos, casamentos, felicidade, amor.... o coração da princesa já estava tão tão tão envolvido com o príncipe q decidiram perguntar a Deus se era a vontade Dele estarem para sem pré juntos e fundarem o REINO LARAZUL...
Mas como nem tudo na vida é conto de fada, e nem se vivi pra sempre felizes, a felicidade e oração dos dois corações tementes a Deus, levantaram a fúria do reino escuro (aquele q faz tudo pra atrapalhar, q não gosta de pessoas felizes e em santidade) a Bruxa Magrela Magricela, do nariz grande e cabelo de fogo começou a arquitetar um plano do escuro para acabar com a felicidade da princesa...
Em um belo churrasco numa noite de sábado, a bruxa enfeitiçou o príncipe, roubando dele a consciência e a santidade. Ele doido acabou beijando a bruxa e com o veneno dos lábios dela ficou louco, doidim doidim da caçoleta... Na manha seguinte ainda doido , mas menos doido procurou a princesa, e contou a ela tudo q havia acontecido, ela apaixonada viu seu mundo desmoronar, seu castelo ruir assim como seu sonho, o príncipe a chorar e a fazer juras de amor sem pé e nem cabeça,a princesa com os olhos em lagrimas e coração partido disse q por enquanto não daria para estarem juntos por um tempo... A bruxa feliz feliz da vida , conseguira acabar com a felicidade do casal.... O príncipe ainda louco e com o veneno da porção mágica da bruxa magrela magricela, esqueceu-se do amor q antes sentia e da vida feliz q levaria, agora solitário e infeliz mas do lado da bruxa , não se esqueça magrela e magricela, porem enfeitiçado.... consentiu em se casar com a bruxa e a princesa sem entender continua no seu reino azul, mas azul q nunca, porem agora também acinzentado e dolorido, de um amor não vivido de esperança q não passou de chuva de verão que vem e vai sem paradeiro, como vento que passa ora rápido ora de vagar mas sempre vai embora... com olhos sempre vermelhos a princesa sempre chora a noite por não entender como alguém q a gente um dia amou tanto vai embora assim tão derrepente deixando a vida tão tão cinza...
Mas a vida ainda não chegou ao fim, quem sabe outro príncipe vai chegar e limpar o céu do coração da princesa ou ate mesmo o príncipe bobo e enfeitiçado consiga romper o feitiço e se livrar da bruxa magrela magricela...

Até a próxima noticia do Reino azul... Que seja bem próxima noticia!!!

***Em noite de chuva a princesa chora, pensa em como ter o antídoto para o mal q bruxa magrela magricela causara em sua vida como se livrar daquele feitiço, como?
E se ela fosse estudar farmácia ser uma farmacêutica demoraria tempo demais, e se ela estudasse plantas quem sabe na natureza acharia a cura, e se na verdade aquele príncipe fosse um sapo q era príncipe só de vez enquando? Meu Deus q loucura é a vida, que devaneio* é querer viver sem percalços* como se livrar das dores causados por espinhos em meio as flores como?
A princesa ainda esta estudando o caso do que fazer e enquanto isso chora a ausência de sonhos felizes e da cor azulado do seu céu sem nuvens de tristeza e solidão...

2 comentários:

Rebeca M. disse...

"Meu Deus q loucura é a vida, que devaneio* é querer viver sem percalços* como se livrar das dores causados por espinhos em meio as flores como?"

É...como se livrar?! hehhehehe
Ameiiii a história não vejo a hora de ler a continuação... espero que a princesa encontre o antídoto e seja feliz por completo.

Eiiita menina vc vaii longeeeeeeeeeeee
Parabéns pela históriaaa... e não enrola para colocar a continuação viu?!

Te amo até a lua ida e volta!!!

Ketley disse...

meu Deus que loucura ...
... será q a princesa vai conseguir ???
tomara q sim ...

Linda ameii a história, quero ver a continuação. ^^
Parabéns ficou muitoo bom, olhaa vc vai longee viuu !!!
^^

bjãooO ...
=*

Postar um comentário